Dica Referencial - Micose


MicoseCom a chegada do verão e as chuvas frequentes,a incidência de doenças de pele aumenta devido ao elevado teor de umidade do ar e à baixa resistência dos animais, a umidade oferece condições propícias para o desenvolvimento de fungos e micoses, portanto é nesta época que se deve ficar atento ao ambiente e manejo dos animais.

A infecção ocorre a partir do contato direto com animais e também a partir da transmissão indireta através dos acessórios e utensílios de uso comum, o excesso de lavagem também pode ser prejudicial.

Outros fatores que podem ocasionar a micose são:

*aglomeração de animais;

*má nutrição;

*uso indiscriminado de medicamentos, os quais podem baixar a imunidade do animal.

As lesões caracteristicas da micose são o aparecimento de pêlo emaranhado e crescendo em tufos, que com leves puxões serão removidos.

Geralmente as lesões aparecem nas áreas em contato com sela e manta, pois estes acessórios são usados por diversos animais, também é comum encontrarmos lesões na barriga e membros inferiores.

Os animais podem apresentar coceira moderada e o pêlo cai rapidamente revelando uma pele escamosa,as crostas devem ser amolecidas com óleo mineral, para serem em seguida removidas.

Em pequenas áreas, a utilização de pomadas, cremes e soluções antimicóticas conseguem bons resultados, nos casos mais graves é recomendado o uso de loções adstringentes, bem como de antibióticos.

O contato com animais e o uso indiscriminados de utensílios comuns de trabalho, tais como escova,rasqueadeira e etc devem ser evitados ao máximo, até que o problema tenha sido erradicado.

Ficar atento ao período de maior incidência dessa doença e estar sempre atento no manejo dos animais, ter cuidado redobrado na higiene dos acessórios é uma boa estratégia na prevenção da micose.


Fonte: Referencial C.E