Dica Referencial - Microflora intestinal do Cavalo


Microflora intestinal do CavaloQuase todas espécies de animais, inclusive os seres humanos, tem uma microflora intestinal, e esta varia de espécie para espécie, mas sua presença e função são universais.

A microflora intestinal se hospeda no trato digestivo, auxiliando a extrair  e absorver o valor nutritivo completo do seu alimento. Essa microflora é constituida por milhares de espécies diferentes de bactérias , protozoários, germes e fungos que vivem em simbiose, essa população  é uma importante barreira para impedir a colonização de primos maléficos causadores de doenças.

O delicado ecossistema dos micróbios intestinais pode se tornar alterado por um variado número de fatores, um dos principais é a tensão, que pode ocorrer em troca de ambiente, viajens de longa distância, programa de treinamento forçado , competição cansativa, temperaturas altas, mudança de regime alimentar, desverminação entre outros. Os antibióticos são outra razão importante para o esvaziamento da população microbiana.

Podemos perceber a alteração na flora intestinal através do estrume solto ou muito fibroso, onde aparece grão inteiros da ração, apetite comprometido e comportamento irritadiço, podendo haver dor abdominal am alguns casos.

Seja qual for a razão, o resultado de uma população bacteriana diminuida significa perda de peso e condicionamento , mesmo que o apetite do cavalo permaneça bom, ele deixa de contar com seus aliados trabalhando para ele no intestino grosso, com isso, grande quantidade de minerais essenciais, vitaminas, proteínas e açucares passam pelo seu sistema sem serem absorvidos.

Os probióticos possibilitam suprir as populações microbianas, ajudando a estimular o crescimento e a saúde da boa microflora do aparelho digestivo.

Os probióticos são apresentados em forma liquida, pastosa ou em pó, e podem ser administrados rotineiramente ou em casos especiais tais como em casos de stress e concomitante ao uso de antibióticos.
.


Fonte: ReferencialCE