Dica Referencial - Embarque de Cavalos


Embarque de CavalosEm numerosas ocasiões surgem problemas com embarque de cavalos, quer se trate de um animal que apresente uma desobediência ocasional, ou quer estejamos diante de um problema crônico. O cavalo que se recusa a embarcar não é apenas uma amolação,como também um risco à segurança. Muitas pessoas num acesso de frustração acabam recorrendo a força bruta, isso muitas vezes traumatiza o animal e dificulta o embarque.

Antes de mais nada é preciso reconhecer que até mesmo a menor tentativa do cavalo em se mover na direção desejada deve ser recompensada.Sem querer, muitas pessoas acabam ensinando o cavalo a não embarcar quando,sem ao menos perceberem elogiam as tentativas do animal escapar ( por exemplo, quando procuram acalma-lo com carinhos após ele ter fugido da rampa de embarque) e castigam os acertos ( quando imediatamente após ter dado um passo rampa acima, o cavalo recebe uma chicotada ).

No inicio de um treinamento, a maioria dos cavalos irá considerar todas as possibilidades de evasão antes de decidir embarcar no trailler ou caminhão.Quando o cavalo começa a recuar afastando - se do trailler deve - se fazê - lo recuar um número bem maior de passos do que ele pretendia, o cavalo rapidamente aprenderá que o recuo não é uma opção agradável, o mesmo procedimento deve ser adotado se o cavalo se mover lateralmente.Nunca se deve levar um cavalo para longe do trailler quando ele estiver tentando fugir do embarque, pois esta atitude recompensa e reforça o mau comportamento.

Uma vez que o cavalo tenha subido no trailler ou caminhão procure recompensa -lo e não o prenda com a porta traseira e, sim deixe - o sair . Depois volte a carrega-lo até que aceite em ser carregado.

Assim quando realmente houver necessidade de embarcar o animal não ocorrerá acidentes nem complicações tornando a viagem muito mais agradável tanto para o cavalo como para as pessoas.


Fonte: Referencial C.E